FUNDADORES

Os fundadores do MUF formam um grupo de 14 pessoas, alguns dos quais residentes na favela-museu. São artistas de artes visuais, músicos, cantores e compositores de hip-hop e samba, lideranças comunitárias reconhecidas, radialistas, jornalistas, capoeirista, artesãs, fotógrafos, uma ex-empresária arquiteta-urbanista  e um advogado.

Os líderes do MUF possuem fortes experiências de vida, resistentes paixões, saberes tão profundos quanto diversos e grande capacidade criativa. Assumiram um compromisso de longo prazo: trabalhar pela valorização da memória cultural coletiva, pelo fortalecimento do bom caráter comunitário, pela criação de uma visão de futuro transformadora das condições de vida na favela, através das memórias e da cultura local, embalada no formato de um museu territorial.