MUSEU DE FAVELA

SOBRE O MUFPARTICIPE

 
O MUF

A visão de futuro é transformar o morro de Pavão, Pavãozinho e Cantagalo em monumento turístico carioca da História de Formação de Favelas, das Origens Culturais do Samba, da Cultura do Migrante Nordestino, da Cultura Negra, de Artes Visuais e Dança.

O Museu de Favela-MUF é uma organização não governamental privada de caráter comunitário, fundada em 2008 por lideranças culturais moradoras das favelas Pavão, Pavãozinho e Cantagalo. O MUF surgiu um ano antes da chegada da Unidade de Polícia Pacificadora – UPP nesse morro, enfrentando muitos desafios.

Nesse primeiro museu territorial e vivo sobre memórias e patrimônio cultural de favela do mundo, o acervo são cerca de 20 mil moradores e seus modos de vida, narrativos de parte importante e desconhecida da própria história da Cidade do Rio de Janeiro.

O território-museu localiza-se sobre as encostas íngremes do Maciço do Cantagalo, entre os bairros Ipanema, Copacabana e Lagoa, na zona sul da Cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Possui 12 hectares de área e um rico acervo de cultura e modos de vida. Tem um patrimônio construído de mais de 5300 imóveis conectados por um impressionante labirinto de becos e escadarias. Seu patrimônio natural reúne Mata Atlântica e vistas panorâmicas notáveis dentre as mais exuberantes paisagens da Cidade Maravilhosa.

 
NOTÍCIAS DO MUF

Aulas de Inglês no MUF

Estão abertas as inscrições para aulas de Inglês nível básico que serão ofertadas gratuitamente pelo Museu de Favela. O curso é destinado aos moradores das comunidades Cantagalo, Pavão e Pavãozinho, que tenham a partir de 16 anos de idade. As aulas ocorrerão na sede...

DEPOIMENTOS

É muito bacana ver o resultado deste esforço coletivo para o bem. O MUF é um exemplo de garra e fé! O intenso desafio de criar valor, de transformar a perda em ganho, o mal em bem e a dificuldade em conquista e beleza é um ato corajoso e admirável dos integrantes queridos do MUF. Parabéns a todos!

Fernanda Terra

museóloga

Queridos, sempre queridos do MUF, aqui a pensar nos belos dias que passamos e lembrando com saudades. Vou estar pensando em vocês. Beijos e sucesso, muito sucesso, sempre.

JC Filizola

fotógrafo e engenheiro

Obrigada pelo acolhimento, pela forma maravilhosa como receberam o grupo ICOM/CAMOC.

Margarida Ascenso

ICOM/Paris

 
CONTATO

8 + 9 =